sem comentários ainda

Sejamos mensageiros em forma de luz divina

Irmãos,

Muito se tem falado em mudanças.

O Universo todo se movimenta numa eterna mudança, em um processo contínuo de transformações.

Estudioso cientista já afirmou que nada se perde tudo se transforma e o exemplo vivo disso tudo está no dia a dia de todos.

Há duas coisas que devemos entender nesse processo de mudanças que queremos ver: precisamos nos fortalecer através da prática da prece sincera, orando a Deus para que nos sustente com as possibilidades íntimas de realizarmos o melhor por nós mesmos, assim como pelos nossos semelhantes. Em seguida devemos nos dispor a agir no processo interpessoal e vivencial para alcançarmos o êxito dos propósitos de transmutação que desejamos.

A mudança que esperamos acontecer no mundo, no país, na cidade em que moramos, em nossa sociedade, quer seja no ambiente doméstico, quer seja nos centos urbanos, não se fará se continuarmos de braços cruzados a espera de um milagre de Deus, rompendo com a Lei do livre arbítrio. Toda e qualquer mudança precisa ser planificada, participativa, erguer-se das decisões pessoais dos seres habitantes desse planeta perante o imoral, para estabecer a ética e os bons costumes tão esquecidos nos tempos atuais. Necessita erguer-se em favor da ordem e da constituição de Leis que normatizem o equilíbrio e o bem estar social. Somos agentes dessa transformação que Deus espera acontecer no mundo, sejamos pois…

Esperar de uma forma passiva pela intervenção espiritual, sem o envolvimento pessoal e coletivo de todos, para juntos erguermos novos paradigmas de entendimento e compreensão dos fatos, é estar-se a mercê daqueles que desejam a destruição dos valores morais ensinados pelo Cristo Jesus.  Em qualquer situação é imperioso que haja a manifestação ativa, construtiva e transformadora em prol da implantação do bem e à prática da moral cristã.

Estamos num processo de aprendizagem constante e portanto em atividade experimental para provarmos nossa educação moral e intelectual no cenário evolutivo do universo de Deus, para tanto é imprescindível que saiamos do ostracismo em que muitas vezes nos colocamos e irmos ao encontro da realidade que nos cerca para rompermos com o derrotismo que complica e apodrece as melhores oportunidades de mudanças no território das manifestações humanas.

Mais que nunca o bem maior reclama ação das casas espíritas, dos templos budistas, igrejas católicas, das assembleias evangélicas. As religiões do mundo precisam sair do estado de contemplação que muitas vezes se colocam e emergir para o mundo de lutas e provações, trabalhando para estabelecer as diretrizes evolutivas.

Enquanto encarnado o ser é responsável pelo movimento social, político, humanitário em que se insere, portanto sua missão é construir um ambiente comunitário melhor, sadio e mais espiritualizado, contribuindo com ideias e posições embasadas na moral do certo e do errado.

A cada um segundo as suas obras, essa a medida da justiça divina, nem mais nem menos, por isso avante espíritas, é no trabalho edificante que construiremos um mundo melhor e de regeneração. Orai e vigiai sempre e que essa vigilância se movimente em escolhas positivas e enobrecedoras.

É hora meus irmãos espíritas cristãos de enfrentar seus medos e receios e investirem em caminhos que favoreçam seu reajuste pessoal e coletivo. O Cristo espera em todos, um farol de luz a iluminar as consciências ainda em retardo espiritual.

Que Deus os protejam sempre.

Boa noite – PAZ!

 

Manoel

 

Mensagem recebida em 1º de março de 2018

Centro Espírita Semente Cristã

 

Publicar um comentário